17 dezembro, 2014

Turma do PRONATEC visita as instalações da EMPARN


Nesta quarta feira dia 17 de Dezembro, alunos do Pronatec visitaram a Emparn objetivando adquirir conhecimento sobre o processo de produção de pintos, sistema de manejo e experimento de  pesquisa em ave caipira. Na ocasião foram recebido pelo gerente da Base Física de Caicó, José Augusto, em seguida acompanhados e orientados pelo Pesquisador Newton Auto de Souza, especialista da área de avicultura caipira da EPARN.
 





16 dezembro, 2014

Visitas Técnicas


Ontem dia 15 de Dezembro estiveram na Emparn em Caicó alunos de Jucurutu para conhecimento dos trabalhos da empresa na área de avicultura.

Hoje, 16 de dezembro, foi a vez de agricultores de Caicó e Florânia receberem do Pesquisador Newton Auto de Sousa, as instruções na mesma área de conhecimento.

Instrutores de Cursos do Pronatec, Senar e Sebrae, que queiram ministrar suas aulas finais na Emparn, favor entrar em contato com José Augusto Filho 9962-6707 e Newton Auto de Sousa 9648-9798.

Dia de campo de melão

Baixa emissão de carbono no cultivo de melão no RN

Um dia de campo sobre o tema Produção de Melão no Semiárido com Baixa Emissão de Carbono, será realizado na Fazenda Experimental Rafael Fernandes, da Universidade Federal do Semi-árido (UFERSA), no Distrito de Alagoinha, em Mossoró, na próxima quinta-feira, dia 18. A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) está participando da realização do evento juntamente com outras instituições, como a Embrapa Agroindústria Tropical, a Embrapa Semiárido, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e a Agrícola Famosa.

O evento é promovido pela “Rede de pesquisa para redução dos impactos ambientais da produção de melão sobre as mudanças climáticas” (Repensa-Melão), para um público-alvo formado por produtores, extensionistas, pesquisadores, professores, alunos e demais interessados na cultura do melão. Vários experimentos vêm sendo realizados, com três anos de duração em Icapuí/CE, Mossoró/RN e Petrolina/PE, com avaliação do potencial de rotação do melão com leguminosas e gramíneas em sistemas de adubação verde, com e sem incorporação (plantio direto) da biomassa vegetal.

No dia de campo, os expositores vão abordar temas como pegada de carbono no melão, análise econômica do sistema de produção do meloeiro, gramíneas e leguminosas utilizadas como adubação verde no cultivo do melão e, ainda, o cultivo do melão em sistemas de adubação verde com e sem a incorporação da biomassa vegetal. Esses sistemas visam ampliar o estoque de carbono no solo, reduzir as emissões de gases de efeito estufa e, consequentemente, reduzir a pegada de carbono no melão brasileiro.

EMPARN - Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
- Assessoria de Comunicação -
www.emparn.rn.gov.br
(84) 3232-5871

Boletim pluviométrico

Per.: das 7:00hs de 15/12/2014 as 7:00hs de 16/12/2014

 No. Postos Existentes:   197               No. Postos sem Contato:   87
 No. de Postos com Chuva:   4               No. de Postos sem Chuva: 106

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR  
Rafael Godeiro(Emater)                                    7,0
Janduis(Emater)                                           4,0
Sao Francisco Do Oeste(Prefeitura)                        0,5

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR
Sao Joao Do Sabugi(Emater)                                5,0


Gerência de Meteorologia

15 dezembro, 2014

Emparn no Tribuna do Norte

Projetos tentam revitalizar campo 
 
A estiagem castiga de forma mais severa o Rio Grande do Norte há pelo menos três anos. Desde 2012, a irregularidade das chuvas produz cenários catastróficos: rebanho morto, perdas nas lavouras e falta de água para consumo humano são alguns elementos presentes na maioria dos municípios. Na Emparn, alguns pesquisadores se debruçam sobre trabalhos que, a longo prazo, podem amenizar os efeitos deste processo no semiárido potiguar.

Marcone César, da Emparn, explica estudo sobre a plantação de palma irrigada que vem sendo desenvolvido no Seridó e Oeste
Dois estudos têm como figura principal a palma. A cactácea comestível é usada para alimentação de animais e, no Rio Grande do Norte, não é muito comum. Diferente do que acontece nos Estados vizinhos da Paraíba e Pernambuco. O coordenador de pesquisa e produção animal da Emparn, Guilherme Ferreira da Costa, está à frente de um estudo que trabalha com a plantação de palma irrigada.

A ideia é plantar a espécie e utilizar água para sua reprodução. O que parece ser um consenso à primeira vista – posto que os mananciais estão em estado de colapso –, revela-se uma boa alternativa, segundo o estudioso. “Com a irrigação, conseguimos produzir a planta nas regiões do Seridó e Oeste potiguar. O que não acontecia antes da técnica”, diz.

A técnica consiste em plantar de 30 a 50 mil plantas por hectare e irrigar, uma vez a cada 10 dias, a área com 10 litros de água por cada metro quadrado. “O consumo de água é muito baixo. Em outras culturas, são utilizados até 65 mil litros de água por dia”, conta Guilherme que estuda a técnica há pelo menos quatro anos. Para tocar a pesquisa, a Emparn conseguiu validar financiamento na ordem de R$ 2 milhões junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Segundo o pesquisador, a palma tem valor energético comparado ao milho, mas apresenta baixo valor protéico. Por outro lado, é rico em água e pode ser usado na alimentação de gado ovino e caprino.

Com a linha de financiamento aprovada no MDA, a Emparn está desenvolvendo outra pesquisa com a palma. O estudo é coordenado pelo pesquisador da área de entomologia agrícola, Marcone César Medeiros. Para evitar pragas que matam a palma, o pesquisar trabalha com a possibilidade de controle biológico do problema. “Utilizamos uma joaninha que se alimenta da praga. Estamos fazendo os primeiros testes”, conta.

São duas pragas que podem dizimar a palma: cochonilha de escama e cochonilha de carmim. A segunda mais poderosa que a primeira e ainda não há registro de casos no Rio Grande do Norte. As pesquisas do estudioso utilizam técnicas sem o uso de química. O exemplo é a utilização de óleos minerais para combater pragas nas culturas de mamão, coco, manga e goiaba, por exemplo. “No caso da palma, estamos utilizando a joaninha para estimular o controle biológico”, explica.

A 256 quilômetros de Natal, no município de Caicó, a Emparn retomou, em janeiro deste ano, outro projeto de importância para o setor. Trata-se do “Pró-Ave Caipira”, que estava parado há dois anos para obras de manutenção e ampliação. O projeto consiste em um parque matrizeiros, salas de exames e seleção de ovos férteis e  incubatório, que produz atualmente quatro mil pintos caipiras por semana.

Segundo o gerente da Emparn Caicó, José Augusto Filho, a produção é distribuída para Ceará, Paraíba e criadores no RN. A produção está na metade da capacidade máxima devido à interrupção na produção. “Foram dois anos de interrupção e perdemos mercado. Agora, estamos retomando essa concorrência”, conta.

O Gerente elenca algumas vantagens da produção na unidade da Emparn. “A ave é de uma linhagem melhorada para produzir carne e ovo. Nossa galinha, com apenas 4 meses, atinge 2 quilos com as características de ave caipira”, diz. Em Caicó, a Emparn tem apenas 8 servidores entre fixos e terceirizados que trabalham exclusivamente no projeto.

Ministro comemora Decreto que trata da Política Agrícola de Florestas Plantadas

Talhão experimental de Acacia mangium - EMPARN
A Presidente Dilma Rousseff assinou o Decreto 8375, que trata da Política Agrícola de Florestas Plantadas. A publicação do documento no Diário Oficial da União (DOU) do dia 12 de dezembro de 2014 foi comemorada pelo ministro da Agricultura Neri Geller. "Essa é uma conquista para o setor. Com a transferência da gestão das políticas públicas de florestas plantadas para o Ministério, vamos propor um conjunto de orientações condizentes com o potencial que o setor pode dar ao desenvolvimento sustentável do País", afirma.
Talhão experimental de Clones de eucalipto - EMPARN

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) coordenará o planejamento, a implementação e a avaliação da Política Agrícola para Florestas Plantadas. Ela deverá observar as atividades de produção, processamento e comercialização dos produtos, subprodutos, derivados, serviços e insumos relativos ao setor.

O Decreto estabelece ainda a criação do Plano Nacional de Desenvolvimento de Florestas Plantadas (PNDF). O documento, que terá um horizonte de 10 anos e deve ser atualizado periodicamente, fará um diagnóstico da situação do setor de florestas plantadas, incluindo seu inventário florestal, além de propor cenários com as tendências internacionais e macroeconômicas. Ele também estabelecerá metas de produção florestal e ações para seu alcance.

O setor de florestas plantadas responde pelo abastecimento de 75% do consumo de produtos florestais, a partir de uma base de plantios de somente sete milhões de hectares, que correspondem a menos de 1% da área do território nacional. O setor está relacionado a importantes cadeias produtivas da economia, como construção civil, siderurgia a carvão vegetal, celulose e papel, movelaria e energia.

FONTE

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Assessoria de Comunicação Social do MAPA
Gustavo Chaves Lopes - Jornalista
Telefone: (61) 3218-3086



14 dezembro, 2014

Emparn lançou a nova Cartilha da Galinha Caipira

A Emparn já lançou a sua nova Cartilha de Produção de Galinhas Caipiras. Com informações atualizadas, ela busca levar ao agricultor os conhecimentos básicos para quem deseja iniciar uma criação.

Estão disponíveis nas bibliotecas da empresa nas suas Bases pelo interior do estado.

Autores:
Newton Auto de Sousa
José Flamarion de Oliveira
José Simplício de Holanda
Roberto Batista da Fonseca
José Augusto Filho



Incentivo à produção de alimentos orgânicos no Vale do São Francisco

Incentivo à produção de alimentos orgânicos no Vale do São Francisco tem novas ações da CodevasfA nova área para a Feira de Comercialização de Produtos Orgânicos do Vale, criada em 2012 com o apoio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), passará a funcionar no Parque Municipal Josefa Coelho, em Petrolina (PE), no sertão do São Francisco. A entrega da nova área da Feirinha Orgânica será no próximo dia 19, a partir das 17h, na Arena do Parque Josefa Coelho.

A feira, que funciona atualmente só aos domingos, no bairro Areia Branca, após inaugurada, passará a ser permanente e atenderá ao público às sextas-feiras, entre 14h e 22h. Na mesma solenidade, a Codevasf fará a certificação de mais de 50 produtores em prática de agricultura orgânica na região.

O Parque Josefa Coelho abrigará a feirinha até que seja construído o
Mercado dos Produtores Orgânicos do Vale, investimento de aproximadamente R$ 1,2 milhão, recursos do Orçamento Geral da União destinados à Codevasf por emenda parlamentar. A construção do mercado será feita em parceria com a Prefeitura de Petrolina que doará o terreno e executará a obra.

Segundo o chefe da Unidade Regional de Gestão de Empreendimentos da
Codevasf, Osnan Ferreira, todo o trabalho de incentivo à agricultura orgânica do Vale do São Francisco conta com o apoio da Prefeitura, Ministério Público de Pernambuco, Sebrae e Associação dos Produtores Orgânicos do Vale do São Francisco (Aprovasf).

Ele frisou que a nova estrutura da feira, com o novo espaço e a entrega dos certificados, foram programados em conjunto com todos os parceiros envolvidos. “A nova feira será bastante útil para quem já está acostumado e para quem ainda não conhece o seu funcionamento. Com a realização permanente e horário modificado e ampliado, mais consumidores terão a oportunidade de conhecer a produção orgânica do Vale e levar pra casa produtos que foram cultivados sem nada de química”, frisou.

Conforme o gerente da Codevasf em Petrolina, a certificação permitirá que mais produtores passem a comercializar na feirinha de orgânicos que disponibiliza, aos consumidores, frutas e hortaliças totalmente produzidas sem nenhum tipo de química.

“Hoje temos 17 produtores certificados. Agora, mais 53 receberão o selo que garante mais confiabilidade ao consumidor e mais produtos para serem vendidos na nova área que iremos entregar dia 19”, observa Osnan Ferreira, acrescentando que outros 200 produtores estão sendo acompanhados pela empresa de assistência técnica e extensão rural contratada pela Codevasf para dar apoio técnico à produção orgânica na região.

Além da certificação dos produtores e inauguração da nova Feira de
Comercialização de Produtos Orgânicos do Vale, a programação contará ainda com o lançamento de 13 cartilhas sobre agricultura orgânica, produzidas pelo pesquisador e professor Jairton Fraga, do curso de Agronomia da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), campus de Juazeiro.

As cartilhas dividem-se em duas séries intituladas “Agroecologia” e “Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável” e foram produzidas no período de um ano. Jairton Fraga é diretor do Departamento de Tecnologia e Ciências Sociais da Uneb e teve o apoio de bolsistas do projeto Integração Ensino, Pesquisa e Extensão em Agricultura Orgânica e Agroecologia no Submédio São Francisco e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

“Nas cartilhas o agricultor pode encontrar dicas de defensivos naturais que ajudam a controlar pragas e doenças nas lavouras. Nelas ensinamos o homem do campo a preparar esses materiais com elementos existentes em sua propriedade que podem ser usados contra possíveis problemas nas culturas”, explica o professor.

Colaboração ao Blog: Rafson Varela
Fonte: http://www.codevasf.gov.br/noticias/2014/incentivo-a-producao-de-alimentos-organicos-no-vale-do-sao-francisco-tem-novas-acoes-da-codevasf

13 dezembro, 2014

Alerta mundial para o misterioso desaparecimento das abelhas

El País Sociedade - Já se passaram 20 anos desde que um grupo de agricultores franceses chamou a atenção pela primeira vez sobre um fenômeno insólito: o despovoamento das colmeias por causa do desaparecimento das abelhas, de cuja polinização depende grande parte da produção mundial de alimentos. 

Logo se comprovou que o fenômeno era global, ao menos nos países com uma agricultura muito desenvolvida, e uma série de investigações tentou determinar as causas, com resultados frequentemente díspares ou contraditórios. 

A morte das abelhas se deve às monoculturas ou ao aquecimento global? A vírus, bactérias, fungos, parasitas como o Nosema ceranae? Ou a pesticidas como os neonicotinoides, que começaram a ser usados exatamente há duas décadas? 

Embora pareçam existir tantas opiniões quanto peritos nesse campo, é possível que todos tenham uma parte de razão.

12 dezembro, 2014

Boletim Pluviométrico

Per.: das 7:00hs de 11/12/2014 as 7:00hs de 12/12/2014

 No. Postos Existentes: 197                No. Postos sem Contato:  89
  No. de Postos com Chuva:  17               No. de Postos sem Chuva:  91

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Lagoa De Pedras(Prefeitura)                               5,0
Santo Antonio(Emater)                                     4,7
Serrinha(Emater)                                          3,2
Boa Saude(Emater)                                         2,0
Monte Alegre(Emater)                                      2,0
Vera Cruz(Emater)                                         1,5
Ielmo Marinho(Prefeitura)                                 1,2

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Senador Georgino Avelino(Particular)                      7,0
Montanhas(Prefeitura)                                     5,2
Parnamirim(Emater)                                        4,8
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn)                         4,6
Taipu(Particular)                                         4,0
Espirito Santo(Prefeitura)                                3,9
Baia Formosa(Destilaria Vale Verde)                       3,3
Nisia Floresta(Particular)                                1,9
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau)                      1,2
Natal                                                     1,0

Gerência de Meteorologia

Emparn faz hoje sua Confraternização Natalina

 
 


11 dezembro, 2014

Boletim pluviométrico


Per.: das 7:00hs de 10/12/2014 as 7:00hs de 11/12/2014

 No. Postos Existentes:      197          No. Postos sem Contato:     82
 No. de Postos com Chuva: 15          No. de Postos sem Chuva: 100

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR 
Vicosa(Prefeitura)                                        22,9
Portalegre(Particular)                                   21,2
Patu(Particular)                                            20,0
Piloes(Prefeitura)                                         11,0
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura)                           9,0
Martins(Particular)                                               7,0

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR
Sao Joao Do Sabugi(Emater)                               12,0
Pedro Avelino(Particular)                                      1,2

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Lajes Pintadas(Prefeitura)                                6,6
Vera Cruz(Emater)                                            3,5
Monte Alegre(Emater)                                      3,0

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Nisia Floresta(Particular)                                               3,5
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau)                      0,8
Natal                                                                               0,4
Espirito Santo(Prefeitura)                                               0,3


Gerência de Meteorologia

10 dezembro, 2014

EMPARN promove curso de Caprinocultura e Ovinocultura

Resultado de imagem para caprinos canindé imagensNo encerramento das atividades de 2014, a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) está promovendo um curso de caprinocultura e ovinocultura, na Estação Experimental Terras Secas, em Pedro Avelino. O curso foi iniciado na última terça-feira e será encerrado amanhã (11), sob a coordenação do pesquisador Aurino Alves Simplício, responsável técnico pela condução dos rebanhos de caprinos e ovinos que a EMPÁRN mantém em Pedro Avelino.

O curso destina-se a técnicos e produtores de todo o Estado, com 30 vagas, com alojamento na própria sede da Estação Experimental, aonde a EMPARN detém um dos mais destacados rebanhos de caprinos Canindé e ovinos Morada Nova do Rio Grande do Norte, mantendo um programa de conservação e melhoramento dessas raças.

Vários temas estão na programação do curso como função a ser explorada: produção de carne e de leite; Cadeia Produtiva; Fases de exploração: produção, recria e acabamento; Escrituração Zootécnica e Contábil; Regime de manejo: extensivo, semi-intensivo e intensivo; Manejo da promoção da saúde: principais doenças e controles; Manejo alimentar e da nutrição: escore de condição corporal; avaliação, importância e sua relação com os desempenhos reprodutivo e produtivo; Descarte orientado: crias, matrizes e reprodutores; Manejo reprodutivo: castração; regime de monta; Estação de monta: importância e duração.

Também estão sendo ministradas aulas práticas de: Toalete de casco; Drenagem de abscesso; Castração; Vermifugação; Aplicação de injeção: intramuscular, subcutânea e intravenosa; Corte e tratamento do coto umbilical; Pesagem, entre outras práticas.

EMPARN - Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
- Assessoria de Comunicação -
www.emparn.rn.gov.br
(84) 3232-5871

Emparn estará presente no Natal do STRC


Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Caicó/RN.

R. Antonio Simões de Azevedo, 23, Centro, Caicó/RN - CNPJ: 08.069.932/0001-00 Fone: (84) 3417-2376 – Telefax: (84) 3417-4390 – E-mail: sttrcaico@hotmail.com.br

Convite

A Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Caicó tem a honra de convidar V.S.ª para participar da confraternização natalina dos associados e associados do Sindicato, constando da seguinte programação:

Data: 14 de dezembro de 2013
Local: auditório do Sindicato - Rua Antonio Simões de Azevedo, 23, Caicó.
Horário:09:00 horas – Assembleia de Previsão Orçamentária para 2014;
11:00 horas – Almoço de Confraternização Natalina 11:30 horas – forró animado pelo grupo “Os Palitozinhos”.

09 dezembro, 2014

Boletim Pluviométrico


Per.: das 7:00hs de 08/12/2014 as 7:00hs de 09/12/2014

 No. Postos Existentes:   197              No. Postos sem Contato:  89
 No. de Postos com Chuva:   6              No. de Postos sem Chuva: 102

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR  
Rafael Godeiro(Emater)                                   31,8
Patu(Particular)                                         22,2
Martins(Particular)                                       3,2
Umarizal(Fazenda Camponesa(partic))                       1,9

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Sao Goncalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn)            3,8
Natal                                                     0,4

Gerência de Meteorologia