02 março, 2015

Iniciativas inovadoras - O sertão que faz a diferença

Agenda Paraíba Opinião e Notícia - A arte da natureza para você colecionar tem endereço no Sertão paraibano. Sítio Riacho de Pedra, BR-230, km 433, Pombal-PB. Este é o endereço onde seis irmãos decidiram trocar as plantações de culturas de subsistência pelo plantio de mudas de cactos e suculentas. São mais de uma centena de espécies oriundas do México, Estados Unidos e Argentina. As mudas são vendidas a partir de R$ 5,00. Por mês os negócios rendem em média cinco,seis mil reais.

Auacy Antonio Orson, 44 anos, e um de seus cinco irmãos, Gilberto Antonio Orson, trabalharam durante quase duas décadas no cultivo e comercialização de cactos ornamentais no Estado do Rio Grande do Sul. De volta à Paraíba, decidiram abrir seu próprio negócio por volta de 2003. A área hoje é de 3 mil metros quadrados de estufas com mais de 100 de espécies de cactos e suculentas.

Os compradores, em sua grande maioria, compram os produtos no próprio viveiro dos irmãos Orson que fica às margens da BR-230, em território do município de Pombal. Para as floriculturas as mudas saem ao preço de R$ 4,00. Algumas plantas chegam a custar R$ 1 mil, quando atingem cerca de oito a 12 anos de idade.
Auacy ensina às pessoas interessadas em ter em casa essas espécies exóticas de cactos e suculentas que basta regar uma vez por semana e mantê-las em ambientes onde haja claridade. “Cactos gosta de sol”, diz. As matrizes foram compradas no Rio Grande do Sul e hoje em dia os irmãos compram as sementes.

Os empreendedores estão providenciando um site para melhor divulgar seus produtos que também são vendidos em lojas na cidade de Sousa. Há vendas também para Recife. Auacy explica que o retorno é lento. “Cultivar cactos é uma coisa bem lenta. Tu semeias em um ano para plantar no outro e com dois ou três anos é que a planta está no tamanho ideal para venda”.

Os cactos podem viver até 200 anos e umas espécies superam os 300 quilos. Auacy afirma que as três espécies de cactos conhecidas aqui no Nordeste não têm valor comercial mas têm despertado interesse de colecionadores do Sul do país. São popularmente conhecidas por Xique-Xique, Mandacaru de Boi e Cabeça de Frade. Essa última espécie leva mais dez anos para ficar adulta, com a coroa vermelha. Auacy diz que pratica crime ambiental quem arranca uma planta dessas na natureza e vende por alguns trocados.
Antes do cultivo de cactos os irmãos Orson eram vaqueiros, cuidavam das lavouras. As pessoas interessadas em adquirir o saber mais detalhes sobre essas plantas exóticas podem ligar para o celular (83) 9965 3107 e falar com Auacy ou seus irmãos. “Hoje eu sou um apaixonado pelas plantas”, declarou Auacy.
O ex-patrão dele lá no Rio Grande do Sul tem 10 mil metros quadrados de estufa e vende mais de R$ 100 mil por mês. Recebe muitos turistas e caravanas de escolas. “Aqui, até agora, as pessoas não demonstram interesse, já mandei livros para pessoas das faculdades, já emprestei cactos, mas nunca vieram fazer uma pesquisa, nem as escola enviam seus alunos”, lamenta o sertanejo que optou por cultivar essas espécies de plantas ornamentais.

Recentemente os irmãos compraram uma terra especial, vinda do Canadá, para melhor semear suas plantas. “O investimento é alto mas o retorno ainda é pouco”, avalia.
Os cactos e suculentas vendidas pelos irmãos Orson, são de fácil adaptação, porque já receberam os cuidados iniciais necessários de cultivo nas estufas e são todos de raízes próprias, não são enxertadas. O crescimento é lento. Uma planta no vaso menor tem no mínimo dois anos de cultivo. As plantas nos vasos maiores têm cerca de oito anos.
Elas se adaptam em lugares secos e luminosos. No inverno podem ficar de três a quatro semanas sem receber água. ‘Escolha as espécies que lhe agradam e leve a natureza para sua casa’, diz a propaganda da Cactus e Suculentas.

01 março, 2015

Como aumentar o tamanho dos ovos e a produtividade da galinha?

aves_galinha_galinheiro_ovos (Foto: Ernesto de Souza/Ed. Globo) 
Revista Globo Rural - Tenho uma galinha garnizé de porte pequeno que sempre botou, em média, dois ovos pequenos por semana. Algum tempo para cá os ovos da ave estão com cerca de 2,7 centímetros. Qual será o problema? O que faço para aumentar o tamanho dos ovos e a produtividade da galinha?

Cesar Peschel, Mafra (SC)

A falta de uniformidade no tamanho dos ovos em uma criação de aves pode ser devido a algum problema genético. Há ainda a possibilidade de tratar-se de sintoma de uma galinha que já esteja na fase final de sua produtividade. Alguns erros no manejo durante a postura, como alimentação inadequada, por exemplo, também podem provocar efeitos na reprodução dos ovos. No entanto, vale lembrar que nem todos os ovos são iguais entre as diferentes raças de galinha existentes. De casca bege, os de garnizé são menores do que os ovos grandes e de casca branca de gansas, porém maiores em comparação aos de codornas, que são bem pequenos e de casca coberta de pintinhas pretas. Garnizé é o nome popular dado às galinhas caipiras. Rústicas e resistentes à doenças, são excelentes criações para lidar em pequenas áreas.

CONSULTORA: MARIA VIRGÍNIA F. DA SILVA, membro da Associação Brasileira dos Criadores de Aves de Raças Puras (ABC Aves); endereço para correspondência: Rua Ferrucio Dupré, 68, CEP 04776-180, São Paulo, SP, tel. (11) 5667-3495, abcaves.com.br

Colunas - Tribuna do Norte

Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

Boas perspectivas de chuvas para os próximos meses. Os meteorologistas do Nordeste, reunidos na sede da Emparn, no Jiqui, fizeram a previsão de que “predomine a condição de chuva de normal e abaixo do normal da média histórica, com grande variabilidade temporal e espacial para o período de março a maio no semiárido nordestino”. Com relação à reserva hídrica dos reservatórios do Nordeste, considerando os volumes atualmente disponíveis e “com um provável cenário de chuvas de normal a abaixo da média histórica para os próximos três meses, sem expectativas de recargas expressivas, é necessário a adoção de medidas para prolongar o horizonte de disponibilidade hídrica para a região”. Por tanto, 2014 pode se repetir no semiárido.

MUDANÇAS
Para a previsão anunciada, os especialistas lembram ainda “que como poderão haver mudanças significativas referentes aos parâmetros oceanos/atmosféricos durante as próximas semanas, principalmente nos oceanos, é de extrema importância um monitoramento contínuo nessas regiões que possam inserir algumas mudanças no atual prognóstico”. 

Empossados os novos diretores e conselheiros da empresa estadual de pesquisa, a Emparn, em assembléia geral realizada em sua sede na base física do Jiqui. Presidida pelo secretario da Agricultura, Haroldo Abuana e na presença do vice governador, Fábio Dantas, a nova diretoria tem como presidente o engenheiro agrônomo Alexandre Wanderley, diretor-administrativo, Wilson Chacon Neto e na diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento, José Simplício Holanda..

27 fevereiro, 2015

Codevasf estrutura famílias do semiárido cearense para a produção de mel

Famílias do município cearense de Crateús, a 354 quilômetros da capital Fortaleza, foram beneficiadas, pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), com kits contendo colmeias, indumentárias e apetrechos voltados ao fortalecimento da apicultura na região. A ação integra o eixo de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria e é desenvolvida em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional (SDR/MI).

Ao todo, foram 37 famílias atendidas, sendo que cada uma recebeu 10 colmeias e 10 quilos de cera, em média, além de macacão, botas, luvas, um formão, um fumigador, um garfo desoperculador, um alimentador e uma máscara, representando um investimento de R$ 71 mil.

O apicultor José Marques, presidente da Associação Comunitária Lagoa das Pedras, já produz mel há cerca de 10 anos e conta que está satisfeito com a ação. “Esses kits incentivam quem vai iniciar na atividade e vão incrementar o trabalho de quem já está atuando. As nossas expectativas estão melhorando, o pessoal está animado”, relata.

Para o presidente da Federação Cearense de Apicultura (Fecap), José Xavier, a região de Crateús, mesmo com a escassez de chuvas, tem grande potencial para a atividade apícola. “Eu já acompanho a apicultura no Nordeste há mais de 30 anos e considero essa ação da Codevasf de fundamental importância para o semiárido. Participei da entrega dos kits em Crateús e avalio isso pelo grau de satisfação dos beneficiários. No Ceará, essa é uma atividade que tem dado mais rentabilidade para os produtores”, ressalta.

Nos próximos meses, outros municípios cearenses serão beneficiados com a entrega de kits apícolas pela Codevasf. São eles: Novo Oriente, Tamboril, Independência, Ararendá, Poranga, Nova Russas, Ipaporanga, Ipueiras e Carnaubal. A meta é fornecer 1.660 colmeias e equipamentos, atendendo, de forma coletiva, a dez associações de apicultores. “Essa ação consolida a atuação da Codevasf nos municípios cearenses dentro das metas do Plano Brasil Sem Miséria”, enfatiza o superintendente regional da Codevasf no Piauí, Inaldo Guerra.

O Plano Brasil Sem Miséria – eixo inclusão produtiva vem atendendo, com ações de fortalecimento da apicultura, um total de 47 municípios da área de atuação da 7ª Superintendência Regional da Codevasf, sendo 37 no Piauí e 10 no Ceará. Ao todo, serão beneficiadas 81 comunidades, com um total de 583 famílias. O investimento nessa ação é da ordem de R$ 2,5 milhões.

Colaboração ao Blog
Rafson Varela dos Santos
Bacharel em Aquicultura
Mestre em Ciência Animal - UFERSA

26 fevereiro, 2015

Seminário da EMPARN tratará das incertezas do clima

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) tratará da questão da meteorologia na primeira sessão do Seminário Técnico da EMPARN de 2015, que se realizará na próxima segunda-feira (02 de março) no Auditório da Sede da Empresa, em Parnamirim.

Nos dois últimos anos, a EMPARN tem promovido seu Seminário Técnico com o objetivo de promover palestras para os seus funcionários e o público externo sobre temas de interesse do setor agropecuário, em especial do Estado do Rio Grande do Norte. As palestras têm tratado de resultados de pesquisas desenvolvidas no âmbito da própria instituição e de organizações parceiras ou congêneres, como as universidades e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), além de abordar questões relacionadas a problemas emergentes do setor, de tal forma a enriquecer o debate sobre áreas importantes do setor rural norte-rio-grandense.

Este ano, com as suas novas instalações recém inauguradas, a EMPARN cria as condições de receber de forma confortável o público externo interessado em debater questões da pesquisa científica e tecnológica agropecuária e contribuir no encaminhamento de soluções. Assim, em sua sessão de abertura anual, o seminário enfocará as “Incertezas da Meteorologia na Previsão Climática”, com o objetivo de manter acesa a discussão sobre o clima na região do Semiárido do Nordeste, após três anos consecutivos de seca. A palestra será apresentada pelo pesquisador meteorologista da EMPARN, Gilmar Bristot, e iniciará às 9h, após a qual haverá debate com a participação do público presente.

EMPARN - Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
- Assessoria de Comunicação -
www.emparn.rn.gov.br
(84) 3232-5871

Chuvas causam transtorno em Natal


chuvaG1 

Blog Robson Pires - A Emparn prevê mais chuva em Natal nesta quinta-feira (26) e não descarta que venha a chover forte já neste mês, embora as precipitações mais intensas na capital e no litoral potiguar ocorram normalmente de abril a agosto.

Diante da previsão, o meteorologista Gilmar Bistrot alerta a população e a Defesa Civil para problemas que possam vir a ser causados pelas chuvas. Da noite de terça-feira até a manhã de ontem, choveu 40 mm em Natal, o que bastou para alagar alguns pontos da cidade e provocar um deslizamento de terra em Mãe Luíza, na zona Leste.

Mais uma turma Pronatec visita a Emparn

Nesse momento, estamos recebendo mais uma turma do Curso de Avicultor do Pronatec/Senar.

São 40 alunos/agricultores das Comunidades Almas e Sussuarana em Parelhas-RN.

Os instrutores Osenaldo e Walace falaram a respeito da importância da visita: "Buscar privilegiar ações que contribuam para a melhoria da qualidade do ensino técnico principalmente na criação de aves confinadas e de forma extensiva, abordando os principais conteúdos, como manejo de animais, de acordo com cada categoria, associado ao manejo alimentar e sanitário, e o entendimento do custo da produção na intenção de melhorar a rentabilidade do pequeno produtor rural". 

Por parte da Emparn estiveram nas apresentações, Roberto Batista da Fonseca, José Augusto Filho e Newton Auto de Sousa.

25 fevereiro, 2015

Previsão de chuvas entre normal a abaixo do normal

Os meteorologistas do Nordeste, reunidos na sede da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), no Jiqui, em Parnamirim, após análise dos parâmetros climáticos, concluíram hoje que na região ao Norte do Nordeste brasileiro a previsão é que “predomine a condição de chuva de normal e abaixo do normal da média histórica, com grande variabilidade temporal e espacial para o período de março a maio no semiárido nordestino”. Com relação à reserva hídrica dos reservatórios do Nordeste, considerando os volumes atualmente disponíveis e “com um provável cenário de chuvas de normal a abaixo da média histórica para os próximos três meses, sem expectativas de recargas expressivas, é necessário a adoção de medidas para prolongar o horizonte de disponibilidade hídrica para a região”.

A “II Reunião de Análise e Previsão Climática para o Norte do Nordeste do Brasil foi iniciada ontem com os meteorologistas de cada Estado fazendo uma exposição sobre o comportamento das chuvas entre meados de janeiro a meados de fevereiro. Para a previsão anunciada hoje, os especialistas lembram ainda “que como poderão haver mudanças significativas referentes aos parâmetros oceanos/atmosféricos durante as próximas semanas, principalmente nos oceanos, é de extrema importância um monitoramento contínuo nessas regiões que possam inserir algumas mudanças no atual prognóstico”.

A análise dos resultados dos modelos oceânicos, que simulam o comportamento da temperatura da superfície dos oceanos para os próximos meses, segundo os meteorologistas, mostra uma tendência de aquecimento das águas superficiais do Oceano Pacífico, o que poderia significar a formação do Fenômeno El Niño, situação essa que poderia prejudicar a ocorrência de chuvas no semiárido Nordestino. No entanto, devido ao comportamento apresentado nos últimos meses pelo oceano Pacífico, que ora tem aquecido e ora resfriado, os meteorologistas, de forma unânime, não levaram em consideração essa tendência, entendendo que o oceano Pacífico irá, pelo menos nos próximos dois meses, mostrar uma tendência de normalidade.

Afirmam ainda que, no caso do oceano Atlântico, a tendência para os próximos meses é de uma situação do Atlântico Sul levemente mais aquecido que o Atlântico Norte, o que indica uma condição melhor na ocorrência de chuvas para aos meses de março, abril de maio de 2015, quando comparada com a condição apresentada no mês anterior. Por outro lado, os resultados dos modelos numéricos de previsão de chuva para a região não foram levados em consideração na análise dos meteorologistas, uma vez que esses modelos utilizam uma condição prevendo o aquecimento do Oceano Pacífico, o que não vem se confirmando nos últimos meses, prevalecendo, assim, a opinião de que as condições sinóticas serão dominantes.

EMPARN - Gerência de Transferência de Tecnologias e Comunicação
- Assessoria de Comunicação -
www.emparn.rn.gov.br
(84) 3232-5871

Meteorologista tem previsão mais otimista para o período chuvoso


Gilmar-Bistrot 

Os meteorologistas que participam da reunião de análise e previsão climática para o Norte e Nordeste, nesta quarta-feira (25), estão com boas expectativas para o período chuvoso no semi-árido nordestino. Ao contrário das previsões de janeiro, que apontavam para a maior possibilidade de chuvas abaixo da média, o cenário atual é mais animador.

De acordo com o meteorologista Gilmar Bristot, o período chuvoso depende principalmente das condições do Atlântico sul. Como houve a melhora, há também o aumento na previsão de chuvas. O meteorologista, no entanto, ainda não confirmou percentuais das probabilidades, o que será feito após a reunião entre os profissionais que analisam as condições climáticas.

Pesquisador da EMPARN visita produtores rurais em assentamentos em Angicos RN.



Dando continuidade as visitações aos possíveis contemplados com o projeto de criação de ave caipira financiado pelo MDA com a parceria EMPARN, esteve em Angicos nesta terça feira dia 24 de fevereiro,  o Pesquisador I Roberto Batista da Fonsêca.  Na oportunidade visitou e entrevistou o produtor rural Gilberto Pereira da comunidade, Serra da Volta e Michele Jaqueline da comunidade, Riacho do Prato. Foram esclarecidas as informações inerentes a participação no projeto e em seguida colhida as principais informações considerando os critérios de seleção para implantação do projeto. 


Boletim pluviométrico

Per.: das 7:00hs de 24/02/2015 as 7:00hs de 25/02/2015

 No. Postos Existentes:  197               No. Postos sem Contato: 103
 No. de Postos com Chuva: 68               No. de Postos sem Chuva: 26

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR  
Portalegre(Particular)                                   51,8
Tabuleiro Grande(Prefeitura)                             21,0
Frutuoso Gomes(Emater)                                   20,0
Vicosa(Prefeitura)                                       16,3
Riacho Da Cruz(Emater)                                    9,6
Parau(Prefeitura)                                         7,0
Messias Targino(Prefeitura)                               6,4
Agua Nova(Prefeitura)                                     6,0
Jucurutu(Emater)                                          4,5
Riacho De Santana(Emater)                                 3,0
Sao Rafael(Emater)                                        2,7
Rafael Fernandes(Emater)                                  2,4
Campo Grande(Particular)                                  1,3
Campo Grande(Particular  2)                               1,3
Assu(Particular)                                          1,2
Assu(Emater/st. Casa Forte)                               1,0
Sao Miguel(Emater)                                        1,0

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR
Jardim De Piranhas(Prefeitura)                           17,0
Lajes(Prefeitura)                                        10,8
Lagoa Nova(Emater/st. Humaita)                            9,0
Caicara Do Rio Dos Ventos(Particular)                     8,0
Tenente Laurentino Cruz(Emater)                           7,8
Bodo(Emater/trf p/delegacia)                              7,0
Santana Do Matos(Emater)                                  4,0
Cruzeta(Base Fisica Da Emparn)                            3,1
Santana Do Serido(Emater)                                 2,6
Caico(Emater)                                             2,5
Jardim De Angicos(Emater)                                 2,5
Caico(Acude Itans)                                        2,3
Florania(Sitio Jucuri)                                    2,3
Ouro Branco(Sindicato Trab.rurais)                        2,0
Sao Jose Do Serido(Fz Caatinga Grande)                    2,0
Caico(Acude Mundo Novo-emparn)                            1,2
Pedro Avelino(Base Fisica Da Emparn)                      0,3

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Barcelona(Particular)                                    60,0
Bom Jesus(Particular)                                    42,5
Ielmo Marinho(Prefeitura)                                37,0
Vera Cruz(Emater)                                        35,0
Rui Barbosa(Emater)                                      34,0
Santo Antonio(Emater)                                    31,5
Jundia(Emater)                                           28,0
Sao Paulo Do Potengi(Emater)                             25,6
Lajes Pintadas(Prefeitura)                               23,3
Sitio Novo(Prefeitura)                                   19,5
Bento Fernandes(Riacho Dos Paus-part.)                   19,0
Santa Cruz(Emater)                                       18,4
Monte Alegre(Emater)                                     18,0
Lagoa De Pedras(Prefeitura)                              12,8
Tangara(Emater)                                          10,0
Passa E Fica(Prefeitura)                                  9,1
Monte Das Gameleiras(Emater)                              8,4
Sao Bento Do Trairi(Prefeitura)                           8,1
Jacana(Emater)                                            6,8
Japi(Particular)                                          5,7

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Sao Goncalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn)           68,5
Espirito Santo(Prefeitura)                               60,5
Extremoz(Emater)                                         50,3
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau)                     47,0
Natal                                                    40,0
Ceara Mirim(Prefeitura)                                  37,3
Canguaretama(Base Fisica Da Emparn)                      37,0
Parnamirim(Emater)                                       26,6
Taipu(Particular)                                        26,0
Baia Formosa(Prefeitura)                                 24,6
Montanhas(Prefeitura)                                    22,5
Baia Formosa(Destilaria Vale Verde)                      22,0
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn)                        21,2
Nisia Floresta(Particular)                               17,0
Gerência de Meteorologia

24 fevereiro, 2015

Gerentes de Caicó e Cruzeta já estiveram reunidos com novo Presidente da Emparn



Agilidade, praticidade, vontade e coragem para enfrentar os problemas do dia a dia. Talvez essa seja a conduta esperada para qualquer administrador. Apesar de estarmos apenas no começo, é o que sentimos do novo presidente da Emparn, Dr Alexandre Wanderley.

José Augusto Filho, Gerente de Caicó e Márcio Raimundo, Gerente de Cruzeta, respaldados por Florisvaldo Xavier Guedes e Dr Guilherme Ferreira, já encaminharam à nova Diretoria alguns pontos para apreciação e decisão, e o consentimento já foi dado, no sentido de darmos os próximos passos imediatamente. 

Questões relativas à Folha de Pgto, aos funcionários Serviço Prestados, ao Açude Mundo Novo, ao Projeto Ave Caipira, aos bovinos, detalhes administrativos internos, dentre outros, já constituíram a pauta do nosso primeiro contato.

Nova Diretoria da Emparn tomou posse nesta Terça-Feira (24)

diretoriaemparn 



Tomou posse na manhã de hoje (24), em assembleia geral realizada na base do Jiqui, em Parnamirim, a nova diretoria e o Conselho Fiscal da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN). 

Presidida pelo secretário de Agricultura, Haroldo Abuana, e na presença do vice-governador Fábio Dantas, a nova diretoria tem como presidente o engenheiro agrônomo Alexandre Wanderley; diretor-administrativo, Wilson Chacon Neto e na diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento, José Simplício Holanda.

23 fevereiro, 2015

Boletim pluviométrico do final de semana


Per.: das 7:00hs de 19/02/2015 as 7:00hs de 23/02/2015

 No. Postos Existentes:      197               No. Postos sem Contato:    89
 No. de Postos com Chuva: 96               No. de Postos sem Chuva:  12

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR 
Portalegre(Particular)                                      7 6,2
Felipe Guerra(Prefeitura)                                6 5,0
Dr. Severiano(Emater)                                    5 3,6
Marcelino Vieira(Emater)                                41,0
Luis Gomes(Delegacia)                                    35,0
Tibau(Prefeitura)                                              33,0
Piloes(Prefeitura)                                              28,7
Campo Grande(Particular)                                 25,3
Pau Dos Ferros(Particular)                                 25,0
Olho D'agua Dos Borges(Particular)                  24,0
Agua Nova(Prefeitura)                                       23,0
Campo Grande(Particular  2)                             22,9
Apodi(Prefeitura)                                        21,0
Martins(Particular)                                      20,0
Tabuleiro Grande(Prefeitura)                             20,0
Vicosa(Prefeitura)                                       19,2
Alto Do Rodrigues(Diba/baixo Assu)                17,5
Upanema(Prefeitura)                                          16,4
Ipanguacu(Base Fisica Da Emparn)                   16,2
Assu(Emater/st. Casa Forte)                              15,9
Itaja(Emater)                                               15,6
Janduis(Emater)                                          15,4
Sao Rafael(Emater)                                     15,3
Gov. Dix-sept Rosado(Particular)                      15,0
Barauna(Emater)                                         13,5
Parau(Prefeitura)                                         12,0
Sao Miguel(Emater)                                      9,5
Riacho De Santana(Emater)                                    9,0
Sao Francisco Do Oeste(Prefeitura)                        9,0
Major Sales(Prefeitura)                                   8,0
Carnaubais(Emater)                                        6,1
Pendencias(Emater)                                        5,5
Porto Do Mangue(Prefeitura)                         5,2
Jose Da Penha(Emater)                                   5,0
Mossoro(Prefeitura)                                       3,5
Patu(Particular)                                               2,0
Tenente Ananias(Emater-st Mororo)                         2,0

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR
Acari(Particular)                                            41,0
Lagoa Nova(Emater/st. Humaita)                           38,0
Florania(Sitio Jucuri)                                     35,9
Sao Joao Do Sabugi(Emater)                                  34,0
Caico(Acude Mundo Novo-emparn)                       29,5
Caicara Do Rio Dos Ventos(Particular)                   23,0
Caico(Acude Itans)                                                  19,1
Ouro Branco(Sindicato Trab.rurais)                        19,1
Angicos(Prefeitura)                                                 17,5
Cruzeta(Base Fisica Da Emparn)                             17,4
Caico(Batalhao)                                                       17,0
Sao Vicente(Emater(ex-particular))                         17,0
Caico(Emater)                                                          15,0
Pedro Avelino(Particular)                                         13,9
Tenente Laurentino Cruz(Emater)                            12,5
Jardim Do Serido(Emater/passagem)                       11,2
Jardim De Piranhas(Prefeitura)                                10,0
Sao Fernando(Emater)                                                7,1
Sao Jose Do Serido(Fz Caatinga Grande)                   6,3
Lajes(Prefeitura)                                                          5,6
Parelhas(Emater)                                                         5,0
Sao Jose Do Serido(Associacao Usuarios Agua)        5,0
Pedro Avelino(Base Fisica Da Emparn)                      3,8
Jardim De Angicos(Emater)                                        1,0

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Jacana(Emater)                                                 69,8
Jundia(Emater)                                                  30,0
Ielmo Marinho(Prefeitura)                                28,8
Bento Fernandes(Riacho Dos Paus-part.)         22,0
Lajes Pintadas(Prefeitura)                                 19,5
Campo Redondo(Policia Rodoviaria)               17,7
Sao Paulo Do Potengi(Emater)                         16,5
Serrinha(Emater)                                               13,2
Monte Alegre(Emater)                                      13,0
Lagoa De Pedras(Prefeitura)                               9,4
Joao Camara(Centro Saude)                                8,7
Vera Cruz(Emater)                                         7,7
Nova Cruz(Emater)                                        7,0
Sao Pedro(Emater)                                         5,9
Bom Jesus(Particular)                                     3,8
Boa Saude(Emater)                                         3,5
Passa E Fica(Prefeitura)                                  3,4
Santo Antonio(Emater)                                    2,3
Santa Cruz(Emater)                                          2,1
Japi(Particular)                                                 1,5

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Baia Formosa(Prefeitura)                                              63,0
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau)                     59,3
Baia Formosa(Destilaria Vale Verde)                            53,3
Senador Georgino Avelino(Particular)                          48,7
Taipu(Particular)                                                            34,0
Sao Goncalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn)    31,2
Parnamirim(Emater)                                                      31,0
Natal                                                                23,5
Canguaretama(Base Fisica Da Emparn)        21,6
Nisia Floresta(Particular)                               17,9
Ceara Mirim(Prefeitura)                                 15,9
Montanhas(Prefeitura)                                   13,9
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn)              7,6
Extremoz(Emater)                                            5,2
Espirito Santo(Prefeitura)                                2,6

Gerência de Meteorologia